Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for Agosto, 2011



No dia 28 de agosto, é comemorado o Dia do Bancário e da Bancária. Em todo o Estado, os sindicatos organizam atividades de confraternização para celebrar a história de lutas e conquistas da categoria. Hoje existem cerca de 25 mil bancários no Rio Grande do Sul, distribuídos nas bases sindicais dos 38 sindicatos filiados à Fetrafi-RS.

Ao longo de sua trajetória, os bancários tiveram grandes conquistas graças a sua capacidade de organização, mobilização e pressão enquanto categoria. Além das reivindicações de remuneração e condições de trabalho, os bancários também participaram ativamente de movimentos políticos e sociais, assumindo papel de vanguarda em muitas lutas gerais da classe trabalhadora brasileira.

Sobre o dia do Bancário:

Em 1951 os bancários brasileiros decidiram lutar por melhores salários e condições de trabalho. As principais reivindicações pediam reajuste de 40%, salário mínimo profissional e adicional por tempo de serviço, no entanto as sucessivas tentativas de negociação fracassaram.

No dia 28 de agosto de 1951, uma assembleia histórica no Sindicato dos Bancários, em São Paulo, com a presença de 28% da classe, decidiu realizar greve para conseguir seus direitos. A paralisação foi deflagrada e logo duramente reprimida, porém após 69 dias de pausa nos serviços, a categoria arrancou 31% de reajuste. Após o término da manifestação a repressão foi ainda mais acentuada com centenas de bancários demitidos e as comissões por bancos desmanteladas por banqueiros. O protesto de 1951 colocou em xeque a lei de greve do governo Dutra e provocou a criação do Dieese em 1955.

Hoje, os bancários e o movimento sindical precisam mais uma vez inovar nas respostas aos constantes ataques de que são alvo. Com a queda nas taxas inflacionárias, o estreitamento da margem de negociação e a diversificação do mercado financeiro após o Plano Real, novas táticas de convencimento, mobilização e luta precisam ser adotadas, principalmente na discussão dos índices de recomposição salarial.

Este ano, o sindicato vai festejar seus 78 anos no dia 16 de setembro com um jantar baile no Clube Brilhante ao som da Hawai Show Band. Os ingressos já estão à venda na sede do Sindicato ao preço de R$ 20,00.

Anúncios

Read Full Post »

Campanha Salarial 2011

Na conferência nacional dos bancários, realizada em São Paulo, entre os dias 29 e 31 de julho foi apresentada a marca da mídia nacional da Campanha 2011. A marca foi construída com voto popular dos bancários que participaram da conferência e tem como conceito geral “Queremos emprego decente”, as chamadas auxiliares são “Banco não respeita trabalhador” e “Compromisso com o Brasil e os brasileiros”.

Abaixo estão os cartazes disponibilizados pela Contraf em seu site. A marca está disponível para que as centrais de todo país divulguem a campanha deste ano. O sindicato dos bancários de Pelotas e Região já está usando o material, que aparece inclusive na capa do jornal O Troco deste mês. E aí bancários, o que acharam da campanha?

Read Full Post »

Sindicato

Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos
Bancários de Pelotas e RegiãoFundado em 12 de agosto de 1933, com sede central própria localizada na rua Tiradentes nº 3087 na cidade de Pelotas, constituído para defesa e representação legal da categoria profissional na base territorial de: Pelotas, Arroio Grande, Cerrito, Canguçu, Capão do Leão, Herval, Jaguarão, Morro redondo, Pedro Osório, Piratini e Santana da Boa Vista, visa: a melhoria das condições de vida e trabalho de seus representados; a independência e autonomia da representação sindical; a democracia dos trabalhadores; a solidariedade entre povos para concretização da paz; a defesa das liberdades individuais e coletivas; a promoção da justiça social e o respeito aos direitos fundamentais dos trabalhadores.

 Como se mantém

O SEEB se mantém através do desconto de mensalidade de todos os seus associados e do desconto anual do imposto sindical previsto na legislação em vigor.

Como atua

Atua na defesa dos interesses dos associados, da categoria e do interesse geral dos trabalhadores brasileiros.
Zelando pelo cumprimento da legislação trabalhista, da Constituição Federal e outros instrumentos normativos que assegurem direitos a sua categoria.
Mantendo o serviço de assistência jurídica relativo a causas trabalhistas para todos os associados.
Fomentando a cultura e a formação político sindical.
Mantendo serviços, desenvolvendo esforços em prol do sindicalizado e estimulando a organização da categoria como um todo, por local de trabalho ou empresa.

Read Full Post »